Virtual - EBSERH - Farmacêutico comum a todos os Estados - Curso Específico

R$ 400,00

  • VÍDEO DE DEMONSTRAÇÃO

    Este vídeo é um teste para você verificar se sua internet e equipamentos atendem aos requisitos para assistir nossos cursos. Seja bem-vindo(a) e bons estudos.

Descrição

                                                                                                                                                                                                     

 

Sobre o IFAR

O IFAR é o curso mais TRADICIONAL e o que MAIS APROVA NA ÁREA DE SAÚDE 2005. 
Temos os MELHORES PROFESSORES e a MELHOR METODOLOGIA para sua APROVAÇÃO.

Confira nossos resultados: 

1º lugar SES/DF 2014 em diversas áreas: Odontologia, Farmácia, Fisioterapia, Biomedicina entre outras, com um índice de aprovação superior a 60%.
76% de aprovação no concurso da SES-DF em 2011
1º lugar Farmacêutico SES/DF 2006. (maioria dos aprovados do IFAR).
1º ao 9º lugar perito PCDF 2012;
1º lugar geral Perito PCDF/2008, - nesse concurso o IFAR aprovou 17 peritos, sendo 5 entre os 10 primeiros colocados.
Três 1º lugares para dentista da PMDF.
1º e 2º colocados ANVISA 2013. (maioria dos aprovados do IFAR).
1º e 2º colocados ATPS MPOG Saúde 2012. (maioria dos aprovados do IFAR).
1ª lugar Perito PCDF/2011 – nesse concurso, aprovamos 23 peritos.
1º lugar Ministério da Saúde 2009. (maioria dos aprovados do IFAR).

e ainda

O IFAR é referência na preparação para PERITO, tendo aprovado para Perito Criminal PCDF 2016:
1º lugar Perito PF 2013,
1° lugar perito QUÍMICA (5 entre os 10 primeiros)
1° lugar Perito FÍSICA
1° lugar Perito TI
1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º, 7° e 8º Perito BIOLOGIA/BIOMEDICINA (10 dos 11 aprovados) 

1º, 2º, 3º, 4º e 5º lugares perito FARMÁCIA (todos os aprovados)
1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º e 7° lugares perito ENGENHARIAS (17 aprovados)
1º, 2º, 3º, 4º, 5º e 6º lugares perito ODONTO (todos os aprovados)
Entre outros milhares de aprovados e nomeados na área PERICIAL.



Sobre o Curso

1. Carga horária total: 120 h/a
2. Composição do curso: Videoaulas + PDF das aulas
3. Duração do acesso ao curso: 3 meses.
4. Início: Imediato.
5. Adequação do conteúdo ao previsto no edital: As aulas são montadas pelo professor da disciplina e os conteúdos são por ele selecionados considerando a relevância da informação disposta no edital.
6. Contato com a coordenação: cursos.ifar@gmail.com
7. Exercícios: a quantidade de questões resolvidas em cada videoaula é definida pelo professor em função da conveniência e da necessidade imposta pelo conteúdo.
8. Material didático do curso: apostila em pdf com os slides da aula ministrada.

Os vídeos possuem duração aproximada de 30 minutos. Cada aula pode ser visualizada por cinco vezes. A aula é considerada como visualizada a partir do início da transmissão do vídeo ou da finalização da sessão na qual o aluno está conectado ao ambiente do curso. Não é possível o acesso de dois IPs simultaneamente (utilizando o mesmo usuário)

 


 

Conteúdos

(Saiu o EDITAL  - 2019)

 

 

CONHECIMENTO ESPECÍFICOS (460 - FARMACÊUTICO)

1. Código de Ética Farmacêutica: Resolução nº 596 de 21 de fevereiro de 2014.

2. Legislação farmacêutica: Resolução nº 673 de 18 de setembro de 2019 que dispõe sobre as atribuições e competências do farmacêutico em serviços de hemoterapia e/ou bancos de sangue; Resolução nº 671 de 25 de julho de 2019 que regulamenta a atuação do farmacêutico na prestação de serviços e assessoramento técnico relacionados à informação sobre medicamentos e outros produtos para a saúde no Serviço de Informação sobre Medicamentos (SIM), Centro de Informação sobre Medicamentos (CIM) e Núcleo de Apoio e/ou Assessoramento Técnico (NAT); Resolução nº 672 de 18 de setembro de 2019 que dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito dos serviços de diálise; Lei nº 10.669, de 14 de maio de 2003 que altera a Lei nº 6.360, de 23 de setembro de 1976, que dispõe sobre a vigilância sanitária a que ficam sujeitos os medicamentos, as drogas, os insumos farmacêuticos e correlatos, cosméticos, saneantes e outros produtos; Lei nº 13.021, de 8 de agosto de 2014 que dispõe sobre o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas; RDC nº 41, de 26 de julho de 2012 que altera Resolução RDC nº 44, de 17 de agosto de 2009, que dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências, e revoga a Instrução Normativa IN nº 10, de 17 de agosto de 2009; RDC nº 54 de 2013; RDC nº 34 de 2015; RDC nº 44/2009 que dispõe sobre Boas Práticas Farmacêuticas para o controle sanitário do funcionamento, da dispensação e da comercialização de produtos e da prestação de serviços farmacêuticos em farmácias e drogarias e dá outras providências; Lei nº 13.021, de 8 de agosto de 2014 que dispõe sobre o exercício e a fiscalização das atividades farmacêuticas.

3. Farmácia hospitalar: estrutura organizacional, Estrutura administrativa, Conceito.

4. Medicamentos controlados, Medicamentos genéricos, medicamentos excepcionais, Padronização de medicamentos.

5. Controle de infecção hospitalar; Planejamento e controle de estoques de medicamentos e correlatos.

6. Farmacocinética e farmacodinâmica: introdução à farmacologia; noções de ensaios biológicos; vias de administração e manipulação de formas farmacêuticas magistrais e oficinais; absorção, distribuição e eliminação de fármacos; biodisponibilidade e bioequivalência de medicamentos; interação droga-receptor; interação de drogas; mecanismos moleculares de ação das drogas.

7. Fármacos que agem no sistema nervoso autônomo e sistema nervoso periférico: parassimpatomiméticos; parassimpatolícos; simpatomiméticos; simpatolíticos; anestésicos locais; bloqueadores neuromusculares.

8. Fármacos que agem no sistema nervoso central: hipnoanalgésicos; anestésicos gerais; tranquilizantes; estimulantes do SNC; anticonvulsivantes; autacóides e antagonistas; antiinflamatórios não esteroides; antiinflamatórios esteroides.

9. Farmacologia - Interações medicamentosas, agonistas, antagonistas, bloqueadores neuromusculares, anestésicos, anti-inflamatórios, cardiotônicos, anti-hipertensivos e antibióticos.

10. Reações adversas a medicamento; interações e incompatibilidade medicamentosas.

11. Farmacotécnica - formas farmacêuticas para uso parenteral, formas farmacêuticas obtidas por divisão mecânica, formas farmacêuticas obtidas por dispersão mecânica.

12. Manipulação de medicamentos, produção de antissépticos e desinfetantes, Preparo de soluções. Conceitos: molaridade, normalidade.

13. Padronização de técnicas e controle de qualidade.

14. Desenvolvimento e validação de métodos analíticos, ensaios farmacopeicos de controle de qualidade; métodos cromatográficos e espectrométricos de análises: fundamentos e aplicações; técnicas modernas na investigação de produtos naturais: biotecnologia, preparo, diluição e padronização de soluções.

15. Nanotecnologia farmacêutica.

16. Biossegurança.

17. Análise de protocolos e relatórios de estudos de Equivalência Farmacêutica e Perfil de Dissolução; Análise de protocolos e relatórios de Bioequivalência; Notificação de matérias primas reprovadas à ANVISA; Atividades de implantação da Farmacovigilância seguindo recomendações da Anvisa e RDC nº 222, de 28 de março de 2018 que regulamenta as Boas Práticas de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde e dá outras providências.

18. Procedimentos pré-analíticos: obtenção; conservação; transporte e manuseio de amostras biológicas destinadas à análise, coleta, manipulação, preparo e transporte de sangue, urina e fluidos biológicos.

19. Procedimentos analíticos aplicados às principais dosagens laboratoriais: Análises bioquímicas de sangue, urina e fluidos biológicos; bioquímica clínica; Citologia de líquidos biológicos.

20. Bioquímica – Valores de referência. Função renal. Equilíbrio hídrico, eletrolítico e ácido-básico. Gasometria.

21. Carboidratos: classificação dos carboidratos, metabolismo e métodos de dosagem da glicose.

22. Lipídeos: metabolismo e métodos de dosagem.

23. Lipoproteínas: classificação e doseamento.

24. Proteínas específicas: classificação e métodos de dosagem.

25. Função hepática: correlação com enzinas séricas, metabolismo da bilirrubina, métodos laboratoriais, correlações clínico-patológicas.

26. Enzimologia clínica: Princípios, correlações clínico-patológicas.

27. Função endócrina: hormônios tireoideanos e hormônios sexuais. Compostos nitrogenados não protéicos, cálcio, fósforo, magnésio e ferro.

28. Métodos de dosagem, correlações clínicopatológicas; hematologia, hemostasia e imunohematologia.

29 Urinálise – Coleta, testes químicos, testes físicos procedimentos de análise, exame microscópico do sedimento; microbiologia clínica (bacteriologia, micologia, virologia e parasitologia).

30. Anticorpos: Imunidade humoral, Imunidade celular. Sistema complemento. Imunologia nas doenças nas doenças infecciosas.

31. Métodos para detecção de antígenos e anticorpos: reações de precipitação, aglutinação, hemólise, imunofluorescência; testes imunoenzimáticos. Imunoglobulinas; sistema complemento; reações sorológicas (aglutinação, precipitação, imunofluorescência), e rotina hematológica (hemostasia, coagulação, anemias e hemopatias malignas).

32. Aspectos hematológicos nas infecções bacteriana e viral.

33. Leucemias.

34. Observações gerais para todas as dosagens, curvas de calibração; colorações especiais e interpretação de resultados.

35. Controle de qualidade e biossegurança em laboratórios de pesquisa, de análises clínica e biologia molecular.

36. Testes diagnósticos da coagulação plasmática.

37. Classificação sangüínea ABO/Rh. Teste de Coombs. Prova cruzada.

38. Normas gerais de serviços de hemoterapia; doação de sangue; critérios para triagem laboratorial de doador de sangue; hemocomponentes, hemoderivados: métodos de preparação, armazenamento, transporte, testes e análise de controle de qualidade Hemovigilância de incidentes transfusionais imediatos e tardios.

39. Biossegurança em hemoterapia.

 

 

 

 

 

LEIA COM ATENÇÃO:

O IFAR se reserva o direito de liberar gradativamente as aulas no decorrer do tempo de acesso do aluno ao curso (segundo previsto no contrato assinado eletronicamente pelo aluno no ato da compra, e de acordo com os termos de uso da plataforma). Essa medida tem por finalidade garantir que todos os tópicos sejam gravados dentro do prazo de realização do concurso (da publicação à aplicação das provas), pois alguns conteúdos específicos, cobrados mediantes atualizações dos editais, podem não estar disponíveis em acervo em função da inovação técnica ou da atualização das legislações.

 

Fale conosco!
cursos.ifar@gmail.com 
(61) 3274-7777 | (61) 3347-9537 | (61) 3349-0201

{TITLE}

{CONTENT}

{TITLE}

{CONTENT}
Precisa de ajuda? Entre em contato!
0%
Aguarde, enviando solicitação!

Aguarde, enviando solicitação!